Páginas

terça-feira, 27 de outubro de 2009

DA AMIZADE

Horas e horas conversando sobre suas dores percebemos que são minhas dores também. Todas nóias e preocupações que tens compartilho contigo. E mesmo sendo autoras de histórias diferentes os medos e angústias que nos movem e paralisam são da mesma ordem. Quase chegamos a utilizar as mesmas palavras para expressar o que sentimos. Falamos inexplicavelmente a mesma língua.
Uma conexão que está para além de qualquer tipo de explicação e lógica. A verdade é que você me faz muito bem. Conversar contigo e nos percebermos tão próximas me faz sentir que estou menos sozinha nesse mundo maluco. Uma cumplicidade sem cobranças nem juros ou correção monetária. Tudo na medida certa, sem saber a certeza dessas medidas. Sempre estão a mudar a variar. Mas a gente não pergunta o preço simplesmente paga e não com gosto de dívida, mas aquilo que é. Com um prazer de um presente recebido. Nossas conversas tem o frescor das tardes de outubro. Não há tempo ruim e os ventos fortes de tempestade que chegam até nós não derrubam nossas estruturas. Estamos sempre lá firmes. Sei que posso contar contigo amiga. Sabes também que me tens pro que der e vier. E a sabedoria de nossas certezas vem do ar que passamos uma para a outra. Sem medos de perdas e de que nos tire o chão. Na simplicidade e cumplicidade que agradeço por fazer parte do que sou a cada dia.


(Para uma grande amiga que mesmo tão longe se faz tão perto)

8 comentários:

(marta selva) disse...

ah que coisa boa é ter essa cumplicidade..
necessario pra vida eh ter amizade

da gosto de viver..

;*

Su disse...

tão bom encontrar alguém com quem possamos compartilhar nossos sentimentos, é como saber que podemos suportar nossa dor!

bjosss!!!

D. Q. M. disse...

talvez não seja sua intenção, mas o texto configura num simples e bela critica ao modo de vida da atual sociedade que consiste em deteriorar cada vez mais a amizade entre as pessoas. Não tem preço, juros, barganha, câmbio ou capital no contrato de amizade.
Obrigado pela lembrança!
bjus...

Lucas Lima disse...

dependemos literalmente de um complemento né, rsrs, sozinhos não somos, rsrs
bons dias

Marie disse...

Perfeito seu blog. Estou seguindo beijos.

Mulher em Percurso e Percalço disse...

Que fixe esta tua expressão de "amizade". Lendo-a, lembrei de uma terna amiga que já não vejo ha mais de 04 anos, porém procuramos manter este sentimento com "... a sabedoria de nossas certezas (que) vem do ar..., passamos uma para a outra. Sem medos de perdas e de que nos tire o chão. Na simplicidade e cumplicidade que...", nunca deixamos de cultivar nossa singela forma como amigas!
Obrigada pelas belas recordações sobre este profundo sentimento, vou recomendar a leitura para esta minha amada-amiga.
Abraços , ficas bem!

Mikaele Tavares disse...

Amizade é tudo mesmo e se for verdadeira não importa a distancia que os amigos estejam pq eles deixam um pouco de si e levam um pouco de nós..
Beijos

clarice ge disse...

"Amigos se reconhecem."