Páginas

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

DAS TUAS MARCAS


Eu queria não ter que me lembrar de você na minha pele. Teu gosto. Teu cheiro. Teu suor. Está tudo impregnado em mim. Tuas digitais marcadas em meus seios. Sinto no relevo da minha pele cada parte do meu corpo que você tocou. Não adianta lavar. Nem a bucha já gasta de tanto esfregar meu corpo conseguiu tirar você de mim. Invadiu meu ser. Está dentro e fora. Meu corpo fica exalando você o tempo todo. Já não resta em mim nada que não venha de você. Mas é tudo resquício. Foi só o que ficou. É a forma do meu corpo pedir por você mais uma vez.

7 comentários:

Thaisa Schelles disse...

Só o amor é capaz de deixar marcas que na pele ainda se fazem presentes e que no coração transborda.
Estou te seguindo;***

Su disse...

Quando sentimentos deixam fortes marcas... faz um tipo de falta e saudade que machuca tanto!

Beijos!

Erica Ferro disse...

Marcas de paixão, hein?
Às vezes queremos retirá-las de uma vez, mas não obtemos êxito. =/

Ah, fico muito feliz quando você aparece no meu blog. Obrigada, viu?
Beijo.

Vinny disse...

Marcas temporárias de um amor mal resolvido. Marcas que só a bucha do tempo há de remover.

Beijos.

(marta selva) disse...

vc falow absolutamente tudo q eu falo sozinha dentro de mim mesma.

como faz depois q a marca fica profunda e as digitais sao quase..metafisicas?..

ai ai.

;*

D disse...

"É a forma do meu corpo pedir por você mais uma vez."
Todo dia queremos um pouco menos de nós e mais daquele ser que nos possui.

Belo blog, Parabéns!

Pirulito disse...

De repente um banho de sal grosso ajuda em..rsrsrs