Páginas

terça-feira, 15 de julho de 2008

QUEIMAR

Me aquece por dentro
Coloca tua língua em mim
Me deixa em ebulição
Se derrama que eu me entrego a você
Mergulha no meu corpo
Vem com chamas que viro brasa
Eu quero é queimar
Porque tudo anda tão frio
Tão gelo
Tão branco
Tão nada
Eu quero tua boca na minha
Tua língua enrroscando com a minha
Quero você inteiro entrando em mim
E gozar a noite inteira
Porque hoje eu quero é queimar

-=Þëqµëñä Þö놡zä=-

3 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Queimar de paixão, arder de desejo.
Sonho nosso de cada dia.

Bela poesia flor

lindos dias querida
beijos

sunhill disse...

Minha amiga Pequena Poetiza.

Depois de visitar o teu blogue, e como sempre acontece, deslumbrar-me com ele, estou te enviando o meu abraço.

É bom a gente ter, entre os amigos, pessoas com a sensibilidade que possuis. Gosto de ler o que escreves. Continua com a tua poesia, pois ela é alimento para o nosso espírito.

Luciano.

juddysunshine disse...

NEm vi os posts... preguiça!
Mas vi as imagens
auahuahuahuahua
eita hein!