Páginas

domingo, 28 de março de 2010

QUANDO NÃO SEI DIZER


Não é só saudade
Não é só falta
Não é só arrependimento
Não é só culpa
Não é só insegurança
Não é só incerteza
Não é só dúvida
Não é.
E mesmo afirmando na negação
Sei que tudo isso não deixa de ser
Ainda que não seja.
Não, não é.
E nem ouse perguntar o que é então.

"Eu não sei por que
Eu teimo em dizer
Que amo você
Se eu não sei dizer
O que quer dizer
O que vou dizer... "
(Zeca Baleiro)

10 comentários:

mais amor, por favor. disse...

Não ousarei.
Como sempre lindo, surpreendente.
Beijos :*

Sylvia Araujo disse...

E o que não é, é mais. Dói mais, toca mais, encanta mais.

Lindo texto!

Beijomeupravocê

Priscila Rôde disse...

Não vai deixar de ser por não saber o que se é.

Meu beijo.

Vanessa M. disse...

Então não pergunto o que é.

=x

Ká* disse...

Parece que é mal do século, sofrer por amor....

rs

Su disse...

Nem sempre precisa ser aquilo que o mundo exige que seja. Nem sempre precisa explicar.

bjos!

(marta selva) disse...

eh saber exatamente o que é sem conseguir dizer exatamente atraves de palavras que existem...


muito bom
;**

D. Q. M. disse...

Não pergunto?
Não estou curioso?
Não ouso?

Se eu não fizer nada diss não seimais o que eu farei; mas tudo bem, to tentando seguir suas orientações. Saber nada as vezes é saber o suficiente.
bjus.
(estou liricamente curioso, rsrsr)

Mikaele Tavares disse...

Palavras confusas de sentimentos confusos

Sylvia Araujo disse...

Às vezes é tudo junto, e a soma de tanto sentimento é mesmo intraduzível. Só o silêncio pode com eles - o Rei dos não-ditos.

Lindo.

Beijomeu