Páginas

domingo, 21 de novembro de 2010

NOSSA CANTIGA DE ADEUS












Teu olhos não entendiam o porquê de meu corpo te dizer uma coisa e minha boca entonar outra. Antes de te cantar a cantiga de adeus não te ensinei a dançar teus passos. Acho que eu não sabia direito quais passos seguir. Talvez essa seja a causa da imprecisão do meu canto com teu passo.

3 comentários:

Mary Pereira disse...

quão difícil é que o canto ou o dizer acompanhem os passos e vice versa...

Linda escrita, minha querida!
Beijos

Mikaele Tavares disse...

o bom seria se ouvissem a mesma música,se sentissem a mesma melodia...

Patricia disse...

é um grande desafio a sincronia dos sentimentos, eu poderia entregar estes versos a uma pessoa nesse momento. lindos.
beijo