Páginas

domingo, 7 de novembro de 2010

SOBRE ELE

E toda vez que penso em te encarar me vem a repulsa de ouvir teus mesmos discursos. De todas as direções que quero pra mim nenhuma delas me levam até você. Esse teu caminhar levado de quem se deixa ir pra onde for. Não combina nada com meu caminhar de quem sabe o que quer e que tipo de homem não quer. E toda aquela sua velha história de ver a vida boa... Pois é, eu quero mais. E todo o jogo que me prende em você aponta pra uma vida que basta e que não é o bastante.

2 comentários:

mais amor, por favor. disse...

Mas lembre-se que se for ele, é ele.
Sei bem como são esses, vivem a vida, irreverentes, o problema todo é... Não existe um futuro "nós", só um futuro "ele". Enfim.. Beijo grande minha poetiza.

Carlinha disse...

De fato me identifiquei... demais! Só que todas as direções que eu sigo me levam até ele... só que eu sei exatamente o que eu quero e também o que eu não quero! Já ele...

Parabéns pelo blog!
Bjksss