Páginas

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

DAS POSSIBILIDADES


Se o mar acalmar e a correnteza parar de me levar
Se a chuva passar e as barragens pararem de cair entre a nossa estrada
Se amanhã o sol resolver iluminar o meu dia
Se a ponte que me leva até você não se partir
Se os deuses conspirarem ao nosso favor
Quem sabe assim a gente um dia volte
Porque no momento presente, não vejo espaço para o nós além daqueles que atamos.

-=Þëqµëñä Þö놡zä=-

5 comentários:

(marta selva) disse...

lindo. eu adorei.
doce e sincero.
e com imagens lindas.

;*

Mel disse...

mil anos depois te respondo:
a outra cidade é Palmas-TO, onde fui criada.
adoraria fugir para o sul de vez em quando, também.huahuahua
bjos!

Su disse...

deixe a vida te levarrr...
bjosss!!!

Ígor Andrade disse...

E as possibilidades?
Viva e deixe morrer.
Abraço!

Kuriozza disse...

Maneira linda e sutil de dizer adeus. Adoro os teus escritos, de verdade.

bjs, fique bem =)