Páginas

domingo, 6 de junho de 2010

DA MINHA MIRA





Impressionante como tenho atirado flechas em miras erradas.
Minto. Não é que erre a mira.
A mira é sempre precisa.
Erro o alvo.

2 comentários:

mais amor, por favor. disse...

Calma, calma, digo repetidas vezes, uma hora dessas de tanto errar tu acaba acertando.
Beijos e beijos!

Suelen Braga disse...

Estava assim um tempo desses...perdida...

beijo grande