Páginas

terça-feira, 5 de maio de 2009

QUANDO NÃO GOSTO DE MIM

Eu não gosto de mim quando você me olha e caio no seu jogo de olhares e sorrisos bobos. Eu não gosto de mim quando te ignoro e no instante seguinte me rendo a teus pés. Eu não gosto de mim quando brinco com você levando à respostas suas com segundas intenções. Eu não gosto de mim quando você vai embora e me deixa um gosto amargo e seco das não palavras. Por isso tudo eu não gosto de mim, por gostar de você. E quando tenho raiva não é de você, mas de mim por ainda me prestar a certos papéis. Até quando continuarei com essa história de você estar me iludindo? Fui eu quem construiu meu próprio castelo e empurrei você para morar nele comigo.

-=Þëqµëñä Þö놡zä=-

6 comentários:

juddysunshine disse...

Então

Vc escreveu isso pra mim?
Oo'


Perfeitinho
;D

Menino Poeta disse...

Belíssimo o seu post! Não empurre tudo o que você encontrar pra dentro do seu castelo, ele pode desmoronar!

Tato Barba disse...

Queria conhecer o seu castelo... =/

Gostei bastantão! =]

Beijo!

Su disse...

Hum...sei bem como é isso, não gostar de si por permitir que alguém entre na nossa vida...

Bjosss!!!

ParadoXos disse...

tens uma escrita que me prende e encanta pela força que tem!
cada verso tem um poder que arrepia de prazer!

adorei mesmo!

Vinny disse...

Nossa, perfeito demais. Me li nesse seu texto.