Páginas

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

NADA NÃO...

Eu só sei dizer
Quando nada quero dizer
Do nada tudo vem
E quando mais preciso dizer tudo
Me faltam palavras
O nada as rouba a hora que bem entende
Na verdade o nada vem do tudo
E o tudo não é nada
Ou será que é?
... Nada não deixa pra lá.

-=Þëqµëñä Þö놡zä=-

6 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Ai, ai, ai, que esse nada pode ser tudo enquanto tudo muitas vezes é nada, ai, ai, ai que confusão.

lindo dia flor
beijos

mateo disse...

Confuso?
Deixa pra lá!
Beijos

Branca disse...

Obrigada pela visita...

Bom final de semana!
Branca.

Jéssica Trabuco disse...

Por que sempre quando precisamos falar tudo não falamos nada?
Confuso e perfeito!
Ameeeeeeei! *-*

Monday disse...

Tudos, nadas e talvez ... a gente fica navegando em meio a todos eles, muitas vezes enraizados na necessidades de porquês ... têm lá sua importância, mas curtir a paisagem em volta, despretensiosamente, às vezes pode tornar a vida mais gostosa ...

Ígor Andrade disse...

Brincou bem, com o nada e o tudo!
Abraço!