Páginas

quarta-feira, 15 de abril de 2009

PARADA


Parada
Parada
Parada
Nenhum toque
Nenhuma nota
Nenhum som
Nenhum movimento
Parada
Parada
Parada
Recolha o corpo
Providencie o caixão
A morte chegou mais cedo
A vida fugiu do corpo
Parada
Parada
Parada


-=Þëqµëñä Þö놡zä=-

3 comentários:

Michel disse...

=(

Q fúnebre...

Espero q ressuscite... Ou q pelo menos da carne podre do cadáver nasça uma flor bem nutrida.

(marta selva) disse...

e depois..silencio..
q assim como a morte
deixa a gnt tudo igual.

adorei,linda
;*

Dica disse...

ELa sempre foge.
A morte não tem alma.